Utilizamos cookies para aprimorar sua experiência em nosso website. Ao continuar navegando por este website, você concorda com o uso de cookies. Para saber mais, leia Cookies

O jardim Barroco: O desejo de formas atractivas

Quer se trate dos magníficos jardins de um castelo ou de um pequeno jardim privado ornamental: Os jardins foram sempre fontes de distracção e objectos de prazer. O desenho dos jardins revela-nos sempre algo sobre a relação entre o homem e a natureza.

Há séculos que uma das forças motrizes do homem é a sua predilecção em moldar a natureza. Antigamente, foram criados jardins magníficos com flores coloridas, águas cristalinas e elementos ornamentais imaginativos. Estas características são bem visíveis num dos jardins barrocos mais famosos e grandiosos da história: Os Jardins do Palácio de Versailles em França. Em meados do séc. XVII, o brilhante arquitecto paisagista André Le Nôtre tornou a visão do Rei Luís XIV uma realidade ao transformar uma área pantanosa num reino verde, que viria a adquirir um esplendor sem paralelo.

A natureza disciplinada é uma expressão do poder.

Os princípios fundamentais deste estilo de jardim francês incluem a criação de uma disposição praticamente perfeita: uma separação geométrica onde os eixos principais e secundários são formados por canais, lagos e caminhos em ângulos rectos. O elemento mais belo do jardim barroco era, porém, a utilização de motivos arabescos. Foram criados canteiros, que formam padrões com formas decorativas, usando pequenas sebes de buxo. Os espaços vazios entre os canteiros foram preenchidos com gravilha branca, produzindo-se um contraste encantador contra o fundo verde. Com pequenos apontamentos de cor, sob a forma de flores de verão, os canteiros ganham vida e os jardins ficam com um charme especial.

Ideias com estilo para o seu jardim!

Os jardins de estilo barroco estão actualmente muito em voga e é fácil recriá-los usando uns simples truques. Na topiaria, as sebes de buxo, alfeneiro ou teixo de folha perene devem ser colocadas de forma simétrica e em ângulos rectos ou em forma de estrela. As plantas com flores sublimes, como a açucena ou as peónias e os brincos de princesa, plenas de cores magníficas emanam uma elegância barroca. Estas plantas também podem ser usadas em floreiras redondas de pedra ou vasos de terracota. As floreiras de pedra podem ser exibidas, para grande benefício do seu jardim barroco, colocando-as sobre bases de pedra no final dos caminhos, enquanto que nas fontes e gárgulas a água rumoreja alegremente.

Comments