Utilizamos cookies para aprimorar sua experiência em nosso website. Ao continuar navegando por este website, você concorda com o uso de cookies. Para saber mais, leia Cookies

Informações especiais sobre os cuidados a ter com as plantas no Inverno

Alimentou e cuidou dos seus tesouros durante todo o Verão. Agora, o Inverno e os riscos que lhe estão associados representam uma ameaça para as suas plantas. O que deve ser feito nesta altura e o que deve evitar? Como recebemos muitas questões sobre este tema desde a última Newsletter da GARDENA, gostaríamos de dar algumas sugestões que lhe serão úteis e o colocarão no caminho certo.

O que é necessário ter em consideração antes de preparar as plantas para o Inverno: limpe as plantas antes de as trazer para um espaço interior: remova as folhas caídas, qualquer folhagem murcha ou doente e ramos mortos. Se a planta for vítima de alguma praga, deve submetê-la novamente a um tratamento. Nunca traga plantas com pragas para um espaço interior!

Escolher um local adequado:

Luz: As plantas de folha caduca podem ser guardadas num local escuro durante o Inverno, no entanto, as plantas de folhagem perene precisam de luz. Quanto mais quente for a localização escolhida, mais luz é necessária à planta.



Temperatura:
Existem três categorias: plantas que toleram a geada e o congelamento, plantas que não podem ser sujeitas nem a geada nem a congelamento e plantas que é necessário manter num local quente durante o Inverno. O ideal é manter as plantas mediterrânicas num sítio luminoso com uma temperatura entre os 10 a 12° C durante o Inverno e regá-las moderadamente para que não sequem. As plantas tropicais devem ser mantidas num local com muita luz a uma temperatura variável entre os 20/22° C e devem ser regadas de um modo que não as deixe demasiado molhadas, mas que mantenha a terra húmida.

E mais uma vez: Quanto mais quente for a localização escolhida, mais luz a planta precisa!



Assistência:
Encontram-se agora disponíveis estufas insufláveis com monitores de protecção contra congelação que são locais adequados para guardar as plantas mediterrânicas no Inverno, caso não tenha outro espaço disponível.

Quando devo guardar as plantas num espaço interior?

A regra básica é a seguinte: Traga as plantas de vaso para um espaço interior o mais tarde possível e volte a colocá-las no exterior logo que as condições o permitam. Em regra, as plantas estão melhor num espaço exterior do que num interior, sempre que possível, uma vez que a inserção num espaço fechado é uma situação anormal para as plantas e indutora de stress. O verbasco, as buganvílias, os hibiscos e as balsaminas, por exemplo, têm de ser protegidas da geada e do congelamento. A lanterna Chinesa, o escovilhão, a cássia, o limoeiro, a árvore do chá e o cerato suportam temperaturas de congelação. A congelação ligeira (a aprox. -5°C) é tolerada por plantas resistentes como o loureiro japonês, o pinheiro da Ilha Norfolk, o medronheiro, o cipreste italiano, a nespereira, o loureiro, a oliveira e o ácer italiano.

Informações úteis a ter em conta durante o trimestre de Inverno:

Garanta uma higiene rigorosa nos trimestres de Inverno. Limpe as plantas todos os meses no Inverno, tal como o fazia antes de as trazer para a área interior. A partir do fim de Janeiro, verifique se apareceram pragas, já que as cochonilhas poderão começar a aparecer nesta altura. Os ácaros-rosados, os piolhos-brancos e os pulgões também poderão aparecer a partir de Fevereiro. Durante o trimestre de Inverno, garanta que a climatização das plantas é feita de forma adequada para as manter numa temperatura correcta durante estes meses. É igualmente importante instalar monitores de protecção contra congelação nos locais onde estes sejam necessários, uma vez que será necessário fornecer uma ventilação que não provoque o congelamento se a temperatura for demasiado alta. Os trimestres de Inverno longos com muita geada, em especial, podem tornar-se bastante quentes a partir de Fevereiro. No entanto, as plantas que atravessam o Inverno não devem ser expostas a grandes flutuações de temperatura nem devem regressar ao espaço exterior antes do tempo.

Informações sobre variedades específicas relativamente às quais foram feitas perguntas:

Agapanto: Todas as variedades que sobrevivam ao Inverno com folhas deverão passá-lo n num local fresco e luminoso, a uma temperatura de 5-10° C. Deverão ser regadas com moderação, apenas o suficiente para evitar que sequem. As variedades que perdem as folhas podem passar o Inverno num local escuro e não precisam de ser regadas. Mude-as de vaso na Primavera, de dois em dois anos.

Figueira-do-inferno/Verbasco: Guarde estas plantas num espaço interior antes da primeira geada: se a planta sofrer danos, ainda que ligeiros, provocados pela geada ou por congelamento e as folhas caírem, mas os ramos mais fortes não forem danificados pela exposição à geada ou ao congelamento (castanhos e macios), ainda valerá a pena colocá-la num espaço interior durante o Inverno. Pode o mínimo possível: quanto mais cortar, mais tarde irá florir a planta no ano seguinte. A figueira-do-inferno deverá passar o Inverno num local fresco e luminoso, a uma temperatura de 2-5° C. Se for mantida num sítio demasiado escuro, perderá a folhagem e, comparativamente, brotará mais tarde na Primavera, o que significa também que florir mais tarde. Regue as plantas com folhas com moderação no Inverno, apenas o suficiente para sobreviverem com folhagem. As plantas sem folhagem devem ser regadas com parcimónia apenas para evitar que sequem.

Figueira: Os figos verdes que amadurecerão no ano seguinte já se encontram nas figueiras. As figueiras resistentes ao congelamento e à geada, como a figueira Ficus Carica, em vaso, conseguem suportar temperaturas exteriores de -5° C, se a for feita a drenagem da água e se a planta e o vaso forem envolvidos em velo. No entanto, é mais fácil colocar a planta na garagem. Aí, poderá ser mantida num local escuro e suportar uma congelação ligeira. Regue-a o suficiente para garantir que os frutos não ficam ressequidos. Um factor crucial para que as figueiras ultrapassem o Inverno sem perder os frutos: a planta não deverá ser exposta a flutuações bruscas da temperatura (por exemplo, não deverá ser exposta a um sol forte no Inverno durante o dia e a um novo congelamento durante a noite), caso contrário os frutos irão ficar ressequidos ou até mesmo cair da árvore.

Nogueira-do-Japão: Num vaso, fica mais exposta ao perigo de congelamento do que na terra. Por esta razão, a nogueira-do-Japão deve ser guardada na garagem. Ou, deve ser retirada do vaso durante o Inverno e colocada na terra, numa posição que a mantenha protegida. Se tiver de a manter numa varanda durante o Inverno, embrulhe a planta e o vaso bem com velo (não com uma película plástica!).

Ervas aromáticas: A salsa, o levístico, o tomilho-limão, etc., podem ficar nos canteiros. As plantas-do-caril e o abrótano-fêmea devem ser mantidos num local fresco e luminoso, protegidos da geada e de congelamento, a uma temperatura de 5 to 10° C

Arbusto de margaridas: Antes de guardar esta planta no Inverno, pode um terço dela. Durante o Inverno, coloque a planta num local luminoso, a uma temperatura de 10/12° C, e regue-a com moderação para que não seque. Na Primavera, volte a colocá-la em terra fresca.

Loendro: Se o loendro estiver já numa fase desenvolvida e for saudável conseguirá tolerar o congelamento entre os 0 e os -5° C, ou seja, um congelamento ligeiro. O local onde passará o Inverno deverá ser luminoso ou moderadamente luminoso e deverá ter uma temperatura entre os 5 e os 10° C. Regue-o com parcimónia, mas garantindo que não seca.

Um comentário às questões sobre poda: A poda do loendro foi um dos temas abordados em detalhe na última Newsletter da GARDENA, consulte-a para obter respostas para as suas perguntas.

Flor-da-paixão: Em climas amenos (climas de viticultura) e se plantadas num local abrigado, as flores-da-paixão (passiflora caerulea) podem normalmente ser mantidas no exterior. Se as plantas estiverem já numa fase desenvolvida, poderão suportar temperaturas entre -5 e -10° C. Caso contrário, mantenha-as num espaço interior, a uma temperatura não superior a 10 -12° C se a temperatura exterior se encontrar entre 0 e 5° C. Regue a planta com parcimónia para garantir que não seca. Note que existem diversas variedades de flores-da-paixão, incluindo algumas que não se dão bem com o calor. Estas plantas, tal como as plantas tropicais, precisam de estar inseridas num ambiente tão luminoso quanto possível, a uma temperatura de 20° C, e devem ser mantidas sempre húmidas.

Planta da citronela: Esta planta deve passar o Inverno num local luminoso, a uma temperatura de aprox. 10-15° C, e deve ser regada ocasionalmente, com moderação.

Especialistas em jardinagem da GARDENA compilaram um guia completo de plantas de vaso, que inclui informações sobre como deverão ser mantidas durante o Inverno. Este guia foi publicado em 2003, pela KOSMOS, em Estugarda.

Comments