Utilizamos cookies para aprimorar sua experiência em nosso website. Ao continuar navegando por este website, você concorda com o uso de cookies. Para saber mais, leia Cookies

Fetos: Estas plantas primordial enfeitiçam qualquer jardim

Na Idade Média, os fetos eram plantados nos jardins de ervas aromáticas para afastar os maus espíritos. Actualmente, estas folhagens verdes emprestam a sua própria magia aos jardins e espantam-nos com a sua incrível diversidade.

Um mundo de adivinhas e mitos

Como os fetos se propagam de forma pouco usual, sempre alimentaram a imaginação dos observadores. Desde cedo, ficaram conhecidos como plantas medicinais com usos mágicos. Até meados do século XIX, abundavam todos os tipos de teorias sobre estas míticas plantas primevas, que se reproduzem sem flores e, principalmente, sem formar sementes. Só a tecnologia moderna descobriu o segredo que guardaram durante mais de 350 milhões de anos. O botânico de Leipzig, Wilhelm Hofmeister, usou um microscópio de alta resolução para descobrir pequenos caroços castanhos, que são responsáveis pela sua anteriormente misteriosa proliferação. Em vez de sementes, usam esporos que formam um protalo discreto com órgãos masculinos e femininos. Se os esporos receberem água suficiente, a inseminação começa e um novo feto pode crescer. Além disso: Os antepassados dos fetos, que ainda eram plantas do tamanho de árvores no meio de vastas florestas, juntamente com outras plantas, forneceram a base para os nossos depósitos de carvão. Os fetos da actualidade - até 12.000 variedades em todo o mundo, das quais cerca de 200 se encontram na Europa Central - são apenas um humilde resto das muitas variedades que já existiram.

Misterioso e delicado

Em forma de leque e, muitas vezes com múltiplas folhagens, os fetos têm uma influência atraente e calmante nos jardins, criando uma nota de mistério entre as plantas herbáceas que gostam de sombra, como aruncus, dicentra e aconites. Erradamente, estes típicos habitantes da floresta são levados a uma existência sombria em cantos escondidos do jardim: Apesar de serem decorativos, diversos e por vezes apresentarem uma enorme paleta de cores. Enquanto que as folhagens do feto masculino são castanhas douradas e cobertas de penugem, o belo feto real dá a sua presença a conhecer através das suas folhagens de esporos castanho ferrugem, que são semelhantes a espigas terminais. Se combinar bambu, verbasco ou heuchera com fetos atraentes, obtém uma combinação airosa e leve que dá uma aura de conto de fadas ao jardim mais aborrecido.

Comments