Utilizamos cookies para aprimorar sua experiência em nosso website. Ao continuar navegando por este website, você concorda com o uso de cookies. Para saber mais, leia Cookies

Factos especiais sobre bagas

Usar bagas numa sanduíche ou cortadas em fatias numa salada é absolutamente desconcertante! E, no entanto, este comportamento tem justificação! Os botânicos têm uma visão das bagas (estes frutos de jardim tão versáteis serão abordados, mais à frente, nesta Newsletter especial da GARDENA), completamente diferente de nós, os jardineiros.

É surpreendente descobrir que framboesas, amoras, etc., não são de facto bagas no ponto de vista da botânica, são frutas agregadas. Em termos botânicos, os tomates, os pepinos, os melões e as bananas é que podem ser denominados bagas, sem cair em erro. E a maior baga do mundo é até bastante pesada: é a abóbora!

Como se pode ver, as bagas são frutos muito interessantes. No entanto, esta Newsletter especial da GARDENA, que os nossos especialistas em jardinagem garantiram ter todo o tipo de informações úteis, é sobre as bagas tal como compreendidas pelos jardineiros.

Novidades do jardim de bagas

Como passou o seu jardim de bagas o Verão? Mirtilos, morangos, groselhas negras e groselhas já foram colhidas, as amoras estão agora a amadurecer e os kiwis serão os próximos no Outono. Em geral, foi um Verão produtivo no que respeita a bagas. As groselhas negras foram muito hesitantes à conta do longo Inverno que as fez florir muito cedo neste ano, o que nem sempre é propício para uma fertilização adequada. O tempo instável tornou especialmente saborosas as groselhas vermelhas: o calor suficiente assegurou um bom crescimento e a água abundante e, acima de tudo, constante permitiram que os frutos se tornassem grandes e redondos. As enormes flutuações na humidade do solo, provocadas por períodos de seca seguidas de chuvadas abundantes, poderão ter permitido às groselhas, por exemplo, desenvolverem-se facilmente. Resumidamente: ao percorrer o seu jardim de bagas, a sua atenção poderá recair em diversos elementos:

Groselheiras:

com as groselheiras, provou-se novamente que a escolha da variedade é muito importante, porque o oídio da groselheira encontra boas condições para se desenvolver em climas inconstantes, quentes e húmidos, tal como tivemos neste ano. A variedade verde do fruto 'Invicta' já provou ser 'invencível' no que respeita a este fungo do oídio. No caso das variedades amarelas do fruto, vale a pena recomendar a 'Hinnonmäki' e, no caso dos frutos vermelhos, as variedades 'Rokula' ou 'Red Eva' são muito boas. A variedade Rokula é ideal para pessoas que não possam cuidar do seu jardim todos os dias, porque o fruto pode ficar no ramo durante muito tempo, não sendo necessário colhê-lo numa altura específica. E, para os fãs das groselheiras que gostem da vida ainda mais facilitada, existe a variedade 'Pax', que é fenomenal, quase não tem espinhos e é fácil de colher. Não tem quase nenhuns espinhos.

Os designers de jardins redescobriram agora o valor ornamental das groselheiras. Como arbustos de fruto normais a delimitar os caminhos, podem ajudar a dividir as áreas do jardim ou conferir uma sincronia visualmente interessante aos percursos existentes no jardim. Durante o período em que estão prontos para a colheita, são um festim para os olhos. Nota importante para plantas em forma de árvore: mantenha os ramos baixos e as copas soltas e compactas, para que não se partam com o peso dos frutos. Os suportes existentes para as coroas não dão uma imagem atraente ao jardim. Isto também se aplica às groselheiras que são colocadas em selhas. Lindas, mas tão frequentemente quanto o seu preço: as groselheiras arbustivas são mais produtivos do que as plantas da groselha em termos de colheita.

O que deverá fazer nesta altura: se ainda não podou as groselheiras depois da colheita, deverá fazê-lo com urgência. Uma groselheira arbustiva suficientemente estreitada deve permitir-lhe chegar ao seu núcleo sem se picar. E, desta forma, a planta poderá receber muita luz para que os seus frutos amadureçam bem.

Groselheiras-negras:

o mesmo se aplica às groselheiras-negras. Apesar de não serem susceptíveis ao oídio, podem ocorrer problemas com ferrugem ou, consoante a variedade, poderá haver tendência para as bagas se retraírem. Mantenha-as sob supervisão depois de as comprar num viveiro local ou centro de jardinagem! Repare no longo período de colheita das groselheiras-negras, que – se escolher bem – se pode estender desde o início de Junho até meados de Agosto. São seis semanas em que poderá comer groselhas negras e, depois, poderá sempre congelá-las ou fazer doce.

'Red Lake', uma variedade vermelha, amadurece cedo e não tem tendência a ter problemas a vingar. Por sua vez, a variedade 'Rovada' amadurece tardiamente e produz um fruto de grande qualidade em ramos longos. A variedade 'Primus' é actualmente a variedade branca mais importante. Se pretender experimentar uma variedade cor-de-rosa, dê uma espreitadela à variedade 'Rosalinn'. As crianças adoram groselhas por serem relativamente doces quando maduras. Quanto ao sabor: as groselhas negras são muitas vezes consideradas demasiado amargas para serem comidas ao natural. Mas experimente a variedade 'Ometa' ou a variedade mais suave 'Bona'. Esta tem um delicado aroma a cássis quando utilizada na cozinha.

O que deverá fazer nesta altura: as groselheiras-negras devem ser podadas nesta altura se ainda não o tiver feito. Tal como no caso das groselheiras e da planta híbrida cássis (um cruzamento entre as groselheiras e as groselheiras-negras), remova os ramos velhos e grossos que estejam demasiado compactos. Por norma, são castanhos-escuros ou pretos e, como tal, fáceis de identificar. As vergônteas do arbusto, mais leves, devem ser encorajadas, uma vez que são elas que sustentam melhor o peso da fruta. Contudo, remova todas as vergônteas frágeis e as que não tenham uma largura superior a um lápis.

Framboeseiros:

sabia que há framboesas que não são vermelhas e que existem variedades amarelas e até pretas? A variedade 'Golden Bliss' dá frutos amarelos e a variedade 'Black Prince' (uma variedade silvestre americana) tem frutos vermelhos. Se plantar todas as três espécies no seu jardim, pode rechear as suas próprias tartes com elas no Outubro...

As variedades de framboeseiros que não exigem o trabalho minucioso de preparação com canas são populares nos jardins dos nossos dias, em que toda a instalação tem de ser feita rapidamente. As variedades como a 'Autumn Bliss' podem crescer como as groselheiras-negras e as groselheiras, ou seja, como um arbusto simples. Após a colheita, deverão levar um bom desbaste. Este tipo de arbusto não produz frutos até ao Outono, o que lhe dá a vantagem de raramente ser infestado pelos escaravelhos do framboeseiro e, como tal, não está susceptível a parasitas. Os framboeseiros também são sempre sinónimo de novidade: uma variedade mais recente, que só amadurece bem por volta de Setembro tem um fruto firme, extremamente atraente e com um aroma fantástico, é a 'Polka'.

O que deverá fazer nesta altura: corte os ramos truncados do framboeseiro rente ao solo logo após a colheita, não deixando cotos. Isso reduzirá o risco de os framboeseiros serem infestados pelo fungo que provoca o cancro do ramo, uma infestação introduzida nas plantas através dos ramos velhos.

Morangueiros:

os morangueiros precisam literalmente de um capítulo inteiro dedicado ao seu cultivo. As variedades com o aroma distinto dos morangos silvestres são as mais cativantes. As variedades antigas como a 'Mieze Schindler' merecem ser mencionadas, mas as novas espécies com aromas intensos como a 'Thuchief' são igualmente fantásticas. As variedades que criam canteiros de morangueiros compactos, como a 'Florika', também têm um aroma excelente, já que resultam de um cruzamento com morangos silvestres. Os canteiros de morangueiros são uma óptima alternativa de cobertura para canteiros inseridos numa zona de sombra parcial. Não têm de ser substituídos após dois anos (um dos requisitos dos morangueiros de jardim), podendo permanecer nos canteiros entre seis a oito anos. Os compactos canteiros de morangueiros dão flor e produzem fruto através das suas folhas, pelo que os morangos não ficam em contacto com a terra e não apodrecem tão facilmente.

No entanto, existem novas espécies de morangueiros para selhas e vasos, caixas e também para canteiros: os morangueiros suspensos são ideais para colocar em cestas de pendurar. Pode colocar três plantas numa cesta. Em caixas, no entanto, mantenha um espaçamento entre as plantas de 20 a 25 cm. Os receptáculos com reservatório de água são os mais indicados para um fornecimento contínuo de água às plantas. Faça a fertilização com um fertilizante rico em todos os nutrientes ou com um fertilizante próprio para bagas, que contenha mais potassa do que o fertilizante utilizado em flores de vasos de janela. As bagas precisam deste estímulo para que o seu fruto amadureça melhor e o seu aroma seja mais intenso.

Por último, o princípio da suspensão também se aplica no sentido inverso: pode cobrir parte de uma armação ou estacas com um morangueiro trepadeira. Terá de prender os morangueiros, pois estes não conseguirão trepar sem a sua ajuda. Os frutos do morangueiro trepadeira podem ser colhidos entre Junho e Setembro, sendo a colheita final efectuada até Outubro.

O que deverá fazer nesta altura: se os seus morangueiros se encontram no mesmo sítio há dois anos e apresentam já algum desgaste, é necessário substituí-los. Esta é fase ideal para o fazer. Se não os plantar até à Primavera, a colheita será mais pobre no primeiro ano após a plantação. As variedades sempre em flor de morangueiros e de frutos de Verão podem igualmente ser plantadas com bons resultados na Primavera porque, ainda assim, produzirão uma colheita suficientemente boa de frutos.

Bagas da madressilva azul:

As bagas da madressilva azul são uma novidade no grupo das bagas de jardim e dão fruto em Maio, antes das outras bagas. Os frutos são longos e estreitos e têm a mesma cor e textura que os mirtilos. As bagas da madressilva azul fazem igualmente lembrar este fruto mais bem conhecido pelo seu sabor. Estas novatas são apelativas não só por poderem ser colhidas mais cedo, mas também devido ao seu fruto ser doce e rico em vitamina C. Terá de contar com uma altura entre um metro e um metro e meio e uma largura de um metro para um arbusto de madressilva azul totalmente desenvolvido. Qualquer solo rico em nutrientes será adequado para esta planta. É fácil de cuidar, pois só necessita de uma pequena poda, sendo de resto uma planta de crescimento rápido, sem grandes exigências. Devido à optimização existente na área da fertilização, é sempre melhor plantar duas ou mais variedades da madressilva azul que floresce em Maio.

A propósito: as madressilvas azuis deixaram de ser um fruto denominado silvestre para passar a ser um fruto de jardim exactamente por serem uma mais-valia num jardim doméstico, tal como os mirtilos e as framboesas e, mais recentemente, as bagas de sorveiras, avelãzeiras, sabugueiros, cornisos, airelas-vermelhas, espinheiros-amarelos, roseiras bravas e tramazeiras.

Comments